Startup

Potiguares desenvolvem tecnologia para guardar links na nuvem

A startup Comunicarte Web lançou o Linkest que atua como uma rede social, em que usuário cria perfil e salva todos os links. O conteúdo também pode ser acessado por outros internautas.

Idealizadores da Comunicarte Web desenvolveram o Linkest e também são responsáveis pelo evento Code GirlNatal - Sabe aquele link que você acessou no computador do trabalho e precisa dele no momento? E aquele site do delivery que você fez o pedido na semana passada, mas não lembra qual? Um grupo de empreendedores do Rio Grande do Norte encontrou uma solução para problemas como esses e deram à ferramenta o nome de Linkest, uma plataforma virtual (www.linkest.net) que funciona através de um recurso inteligente de tag - aquelas palavras-chaves capazes de facilitam as buscas - que identifica automaticamente a categoria do link.

A ideia surgiu dos estudantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) Gabriel Lau, Nayara Rocha, Robson, Alejandro, Andreza e Suzyanne Oliveira, juntamente com a consultora Cláudia Ribeiro. O projeto digital é uma das startups atendidas pelo Projeto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Sebrae no Rio Grande do Norte (Protic).

O site atua como uma rede social, onde qualquer pessoa cria um perfil e reúne todos os seus links, permitindo que outros usuários possam ter acesso a esse conteúdo. Para participar, a rede não exige convite, e o melhor de tudo: a utilização é gratuita.

_OLHO_

A Linkest está no mercado desde fevereiro deste ano. Em três semanas de lançamento, a rede já contava com 270 usuários e mais de 1.100 links postados. No site é possível compartilhar e receber novos conteúdos das pessoas que cada usuário segue, estimulando o fluxo de informações. A ação surgiu por uma necessidade dos estudantes compartilharem e organizarem links de materiais interessantes coletados em sala de aula, já que os navegadores não davam respostas satisfatórias e eles acabavam perdendo muito assunto interessante.

O projeto foi idealizado seguindo o conceito de Web Semântica, que é uma extensão da internet atual, permitindo aos computadores e humanos trabalharem em cooperação, por meio da perspectiva de Web 3.0 - considerada a terceira onda da internet, que propõe estruturar o conteúdo disponível na rede mundial de computadores. O intuito do empreendimento é facilitar a vida das pessoas, provendo um gerenciador de links e facilitar na busca ativa de conteúdos e materiais do interesse e área do usuário. A ferramenta está disponível em versão beta (de avaliação pelo público).

Qualquer pessoa pode se cadastrar. “Monitoramos a utilização do aplicativo diariamente e tudo é muito seguro. Desde que foi lançado, o nosso grupo percebeu um aumento massivo de usuários que têm utilizado o produto todos os dias. Recebemos muitas dicas para correções e melhorias. Estamos trabalhando fortemente nisto e logo apresentaremos novidades. Temos certeza que as pessoas vão gostar”, diz a CEO do projeto, Suzyanne Oliveira.

Novidade

Atualmente, a equipe da Comunicarte Web desenvolve o evento Code Girl, que faz parte do projeto Programar Meu Futuro, do IFRN. A iniciativa visa estimular a inserção das mulheres no mercado da Tecnologia da Informação e atingir garotas estudantes usando a internet para interagir com outras regiões do Brasil, promovendo treinamentos e respondendo dúvidas.

Na última edição do evento organizado pela startup em novembro de 2014, a Code Girl conseguiu abarcar mais de 500 meninas. A ação oportunizou que essas garotas conhecessem o mundo da programação e do empreendedorismo. “Esta é uma iniciativa que muito nos orgulha. Podemos ajudar meninas que gostam e querem trabalhar com tecnologia, mas são desestimuladas de várias maneiras. Importante deixar claro que não pregamos uma divisão entre gêneros. Pelo contrário, nos eventos Code Girl muitos meninos fazem parte, organizando e trabalhando para que tudo saia perfeito. Inclusive já estamos trabalhando para a terceira edição do evento. Em breve teremos novidades”, explicou a jovem empreendedora Suzyanne.

Em fevereiro deste ano, o grupo apresentou o Linkest e o Code Girl na maior feira de tecnologia do mundo, a Campus Party, em São Paulo. Dentre as 100 startups participantes, a Linkest ficou em oitava colocação pela escolha do público. “Receber este feedback foi incrível. Voltamos com muitas ideias e já estamos trabalhando para torná-las disponíveis aos nossos usuários. Bom saber que as pessoas acreditam que nós, brasileiros, podemos fazer produtos e eventos realmente úteis e interessantes”, contou Suzyanne.

Serviço:
www.rn.agenciasebrae.com.br
http://portal.rn.sebrae.com.br
http://www.facebook.com/SebraeRN
http://www.twitter.com/SebraeRN
Call Center: 0800 570 0800
Agência Sebrae de Notícias (ASN RN): 84 3616-7911