Economia Criativa

Sebrae anuncia abertura de edital para empreendedores criativos

As regras e o volume de investimentos nos projetos serão anunciados durante o lançamento da abertura da chamada pública, marcada para o dia 29 deste mês virtualmente.

Natal - O Sebrae no Rio Grande do Norte anuncia o lançamento do sétimo Edital de Economia Criativa para produtores culturais, dançarinos, artistas, escritores, músicos, artesãos, fotógrafos, atores, profissionais do audiovisual e demais empreendedores que fomentam a cultura do estado. O Edital será lançado no próximo dia 29, a última quinta-feira de abril. Para esta edição, serão disponibilizados um total de R$ 600 mil para as sete categorias. Neste ano, além do projeto, a exigência de documentação para se inscrever restringe-se a uma cópia do CNPJ ou a cópia da carteira, no caso da categoria de artesãos.

A novidade deste é a série de lives sobre Economia Criativa com convidados do segmento, que serão transmitidas via redes sociais oficiais da instituição, entre os dias 26 e 29, sempre às 17 horas, com tradução em libras. "Os participantes das lives falarão sobre as perspectivas e os novos modelos de negócios, enfatizando as novas oportunidades nas suas respectivas áreas", explica a gestora estadual do projeto de Economia Criativa do Sebrae-RN, Ana Maria Ubarana.

As inscrições estarão abertas de 30 de abril a 30 de maio e neste período os inscritos poderão acessar a página da Economia Criativa do Sebrae-RN, participar de capacitações gratuitas sobre Canvas e Como elaborar um vídeo para a apresentação de um projeto, além de encaminhar dúvidas sobre o edital.

O 7º Edital de Economia Criativa do Sebrae tem como principal objetivo o estímulo ao empreendedorismo cultural, promoção e fomento de iniciativas na área da economia criativa, aquecendo assim essa cadeia produtiva. Até o ano passado, o Sebrae já tinha investido um montante de R$ 2,12 milhões destinados, através desse tipo de edital, à valorização de novos produtos, serviços, bens culturais e patrimônio imaterial do Rio Grande do Norte.

_Olho_

A gestora estadual da Economia Criativa, Ana Ubarana, destaca que será mantida a regra principal de que só podem se candidatar à seleção, pessoas jurídicas constituídas no estado do Rio Grande do Norte. “Estruturamos o edital deste ano para ampliar a execução de projetos culturais e bens criativos inovadores e para abranger os vários perfis de empreendimentos que atuam nessa área, criando novas possibilidades de negócios”, informa Ana Ubarana. 

O Edital de Economia Criativa do Sebrae já está inserido no calendário de incentivos culturais do Rio Grande do Norte e acumula diversos projetos de sucesso, apoiados com esses recursos. Uma das principais características dessa chamada pública do Sebrae é que os recursos são destinados ao pagamento dos fornecedores de cada projeto, e não diretamente ao autor do projeto. Isso facilita a prestação de contas ao final, uma vez que todos os pagamentos ocorrem ao longo da execução do projeto. A verba serve para cobrir parte das despesas apresentadas na planilha, exposta no momento da inscrição, conforme o valor da cota e a natureza da despesa.