Gestão

Summit apresenta sustentabilidade como inovação para MEIs

O evento vai abordar o tema sustentabilidade como diferencial competitivo para Microempreendedores Individuais. As inscrições já estão abertas e são gratuitas

Natal – Se um Microempreendedor Individual (MEI) pensa que a pauta da sustentabilidade é coisa para empresa de grande porte, precisa rever alguns conceitos. Atrelar a gestão do negócio à responsabilidade com pessoas, comunidade e meio ambiente pode ser o caminho para ter um diferencial competitivo. A recomendação é de Arianne Kern, do Impacta Hub Floripa, uma instituição global que desde 2005 busca alavancar micronegócios de Florianopólis (SC) a ganhar mercado a partir da inovação através ações sustentáveis e lucrativas. A especialista é uma das palestrantes do Summit Internacional de Inovação, que ocorre entre os dias 17 e 20 deste mês. O evento será inteiramente online e gratuito. Inscrições pelo https://www.rn.sebrae.com.br/summit-internacional.

Arianne Kern é gestora do programa Salto Aceleradora, idealizado pelo Impacta Hub, que visa gerar impacto social positivo através de programas de suporte e desenvolvimento direcionados a MEIs de forma relevante e acessível. O programa Salto Aceleradora atua em três etapas para transformar pessoas com propósito de empreender, apropriando-se de ferramentas estruturantes. “O MEI precisa se empoderar e, neste momento, ter o olhar da sustentabilidade como inovação, que deveria ser a regra”, argumenta.

Arianne Kern tem conhecimento de causa, já que nos dois últimos anos o programa deu suporte a mais de 5 mil MEIs a se posicionarem e ampliarem mercado a partir desses conceitos e com os três ‘saltos’ do programa. “Empreendedores, independente do porte, devem entender que lucro e sustentabilidade, criatividade e inovação não estão dissociados. São caminhos que não estão separados mas caminham lado a lado”, acrescenta.

A palestrante vai exemplificar como esses eixos podem se tornar diferencial competitivo para potenciais empreendedores, startups e pequenos negócios, durante o Summit Internacional de Inovação. O evento visa contribuir para que pequenas empresas e startups potiguares e de outros estados estejam preparadas para levar soluções criativas, inovadoras e com escalabilidade ao mercado internacional. A programação vai reunir também outros especialistas renomados do ecossistema inovador do Brasil e de Portugal.

O Summit Internacional de Inovação é co-produzido pelo Instituto Metrópole Digital (IMD-UFRN), FIERN, Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimneto Econômico (Sedec), Prefeitura de Natal e Rede Potiguar de Incubadoras e Parques Tecnológicos (Repin), juntamente com a Câmara de Comércio, Indústria e Turismo Brasil-Portugal. A ideia é concentrar esforços para criar um ambiente virtual de aprendizagem, trocar experiências e conhecimento para incentivar o desenvolvimento do ecossistema de inovação do Rio Grande do Norte, com foco no mercado internacional.

O evento vai reunir diversas personalidades reconhecidas no meio do empreendedorismo digital do Brasil, discutindo e trocando conhecimento para que startups em diferentes estágios cheguem ao mercado global de forma competitiva. Já estão confirmados nomes, como Rodrigo Geammal, Maria Inês Cabral, Valter Pereira, Renata Ramalhosa, Filipe Silveira, Nathália Grizzi, Rosângela Villa-Real, João Machado, Maíra Rodrigues e Larissa Oliveira. Os especialistas vão discutir, ao longo da programação, os requisitos e exigências necessárias para que pequenas empresas, startups e empresas de base tecnológica possam decolar no mercado global, tendo a inovação e a criatividade como base para solucionar problemas e o marketing digital como vitrine para esse processo de expansão.